Integração de novos funcionários em empresas pequenas ou medias
5 de julho de 2018
André Luiz – Coaching de Vida
16 de julho de 2018

Empreender é uma jornada de coragem

 

A gente sabe que o número de empreendedores brasileiros só aumenta com os anos, e a presença feminina é o grande destaque dos números. ‘Donas’ do gerenciamento e o planejamento familiar, elas costumam estar entre as grandes motivadoras desse movimento, que leva cada vez mais gente a se aventurar pelo mercado de trabalho.

Independentemente de quem seja, se empreender faz parte da sua jornada, sua estratégia deve ser uma só: não esteja sozinho.

Falhar é parte do jogo, mas deixar o negócio morrer não precisa ser uma regra. O primeiro passo é (mesmo) vencer o medo de empreender. Depois, deve entender que, entre as milhares de possibilidades que existem para extinguir um negócio, estão entre as principais estão:

• Abrir uma empresa motivando-se apenas pela necessidade
• Abrir uma empresa por estar desempregado há muito tempo
• Abrir uma empresa em um ramo em que você não tem nenhuma experiência
• Abrir uma empresa sem nenhum (ne-nhum) planejamento

Um negócio até pode se tornar sólido ao longo do tempo, mas não há correção para o que se inicia sem base alguma. O primeiro passo precisa ser apostar em conhecimento e, minimamente, em uma estratégia de estruturação da sua empresa. Uma mentoria sempre pode te ajudar nisso, mas vamos falar especificamente das crenças internas, aquelas que fazem com que, às vezes, você tenha medo de tirar as ideias mais simples do papel.

Não só a tecnologia, mas a forma como nos relacionamos e vivemos conectados hoje em dia permite que se tenha inúmeros caminhos para fazer uma boa ideia acontecer. E o processo de iniciar essa jornada é sempre o seu: criativo.

Desapegue do medo do seu desejo ‘parecer pouco’ – se o que você imagina é dominar o mercado do seu bairro, sua cidade, seu estado ou do mundo inteiro, nada precisa barrar o seu caminho. Não pré-julgue suas ambições, subestimando ou superestimando quaisquer que sejam.

Coloque no papel o que você quer – livremente, pense no que você deseja de maneira ampla. Detalhe porque essa ideia tenderá a mudar a sua vida, incluindo os detalhes do que pretende ganhar: tempo, dinheiro, mais espaços de lazer, mais conhecimento e etc. É hora de sonhar concretamente.

Livre-se das opiniões alheias, mas aproveite cada uma delas – pois é, não é contraditório não: você pode ouvir os conselhos da família, as impressões dos amigos e ainda saber de histórias de quem teve sucesso ou até falhou tentando empreender. O importante é não se apegar a nenhuma delas. Nada garante que seu caminho será exatamente igual, nem completamente diferente, o vital é amadurecer o olhar e ampliar a capacidade de enxergar para além do que você coleta de informação.

Atente para o que você sente – muitas vezes a gente é impelido a começar alguma coisa e não sabe nem como explicar o porquê. Isso pode ser a sua intuição falando, assim como pode ser o resultado do ‘processamento’ de diversas ideias, gestadas ao longo de muito tempo. Pense sobre isso, mas, fundamentalmente, observe como se sente em relação a esses pensamentos e veja como isso faz sentido para você.

Busque o propósito!! – sem dúvida nenhuma, o que vai te levar de um ponto ao outro é o propósito. Entender como sua ideia e seu negócio se relacionam com o que você é, e como isso melhorará o mundo, certamente serão uma fonte de combustível inesgotável para não te fazer desistir. E não se culpe se você não sabe o que é o seu propósito, nunca parou para pensar ou não faz ideia de como vai descobrir isso: é assim mesmo – um processo. Essa descoberta muda a nossa vida porque direciona, pragmaticamente, os seus esforços numa direção.

Aqui vamos falar muito sobre isso! Acompanhe as informações e conte comigo para todos esses passos. Tenha certeza: o que nos dá força para empreender é subjetivo, mas poderoso e muito real! Para vencer dia a dia, você vai precisar de uma boa dose de coragem, mas se tiver as pessoas certas ao lado, não tem como não ir longe. Vamos tentar?

Débora Avelino

Empresária e Coach de Negócios e Pessoas –

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 
Show Buttons
Hide Buttons
+ Assine a nossa newsletter

Assine a nossa newsletter